Telefones: (11) 4528-4522 - 0800 770 5095

Câmara Municipal de Cabreúva - SP

SIGA-NOS:

Aspectos Gerais

História
 
Foi fundada no início do século XIX por um membro da família Martins e Ramos, do Município de Itu, que subiu o rio Tietê à procura de um lugar para instalar-se até encontrar um vale situado entre três serras - que viriam a ter os nomes de "Japi", "Guaxatuba" e "Taguá". Inicialmente, dedicou-se ao cultivo de cana-de-açúcar para a fabricação de aguardente, com a instalação de um engenho e a utilização de mão de obra escrava. A produção de aguardente daria origem à base da economia local durante várias décadas, justificando o apelido do município: "Terra da Pinga". No início do século XIX, foi erguida uma capela em homenagem a São Benedito. Em 1856, foi erguida a igreja matriz atual, em homenagem a Nossa Senhora da Piedade.
 
 
Etimologia
 
O nome do município é originário da árvore cabreúva (Myrocarpus Frondosus), da família Martins e Ramos. "Cabreúva" procede do tupi antigo kaburé'yba, que significa "planta do caburé" (kaburé, "caburé" + 'yba, "planta").
 
Feriados Municipais
 
24 de março: Dia do Aniversário municipal.
15 de setembro: Dia de Nossa Senhora da Piedade, Padroeira do Município.
 
 
Geografia
 
A paisagem é dominada por duas formações geográficas destacadas: as serras (Japi, Guaxatuba e Taguá) e o Rio Tietê.
 
 
Clima
 
Cabreúva está acima do Trópico de Capricórnio, na Zona Tropical do hemisfério Sul. O clima de Cabreúva é influenciado pela altitude. Os verões são quentes e úmidos, a Primavera e o Outono são estações de Transição entre o verão e o inverno, sendo mais úmidas quando tende ao verão e mais secas quando tendem ao inverno. O inverno é a época de estiagem das chuvas, e enfim, é a estação seca(W), não tendo uma frequência pluviométrica na estação. O clima se define então como: Tropical de Altitude tipo Cwa na classificação Classificação climática de Köppen-Geiger.
 
As altitudes no município variam entre 640 metros no centro do município até 1 200 metros no alto da Serra do Japi.
 
O município possui uma área territorial total de 261 quilômetros quadrados, sendo 96 quilômetros quadrados de área urbana e 165 quilômetros quadrados de área rural, tendo como municípios vizinhos ao norte: Indaiatuba e Itupeva, ao sul: Pirapora do Bom Jesus e Araçariguama, ao leste: Jundiaí e a oeste: Itu.
 
Demografia
 
Dados do Censo - 2010
População Total: 41 643
Urbana: 35 295
Rural: 6 348
Homens: 21 114
Mulheres: 20 529
Densidade demográfica (hab./km²): 160,28
Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 16,02
Expectativa de vida (anos): 71
Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,56
Taxa de Alfabetização: 90,05%
Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,774
 
IDH-M Renda: 0,709
IDH-M Longevidade: 0,769
IDH-M Educação: 0,845
(Fonte: IPEADATA)
 
 
Hidrografia
 
Rio Tietê
Rio Piraí
Rodovias
SP-312
SP-300
Administração
Prefeito: Henrique Martin (PDT) (2017/2020)
Vice-prefeita: Maria Célia Donato Reynaldo (PSD)
Presidente da Câmara: Antonio Carlos Mangini ( PSB)
 
 
Comunicações
 
A cidade foi atendida pela Companhia Telefônica Brasileira (CTB) até 1973, quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP), que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica, sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[12] para suas operações de telefonia fixa.
 
 
Cultura
 
O Centro histórico abriga a Igreja Matriz Nossa Senhora da Piedade, erguida em 1856 com recursos da comunidade e fazendeiros da época.
 
Cabreúva também sedia dois importantes templos da tradição budista, o Centro de Meditação Kadampa Brasil, maior templo budista da América Latina e o Mosteiro Sakya, localizado no Centro da cidade.